domingo, 6 de dezembro de 2015

Yoga

Nota introdutória
  Como o próprio título indica, este capítulo refere-se à postura e, consequen-temente, à sua prática, que é uma das etapas da via do yoga – mais precisamente, o  terceiro membro do óctuplo caminho de progressão do yoga de Patañjali. curso de yoga
  A postura (âsana) não é uma prática comum a todas as  correntes do yoga,  mas, conjuntamente com o prânâyâma e a meditação, ocupa um lugar de destaque no hatha-yoga. Também não podemos deixar de referir que esta corrente do yoga foi, e ainda é, a via mais conhecida e praticada no Ocidente.
  A organização deste capítulo parte da contextualização da âsana, segundo os dois tratados sânscritos mais representativos do yoga – ‘Yoga-sûtra’ de Patañjali (séc. III-V) e ‘Hatha-yoga pradîpikâ’ (c. séc. XV) –, pois parece-nos fundamental, para a compreensão do que é a âsana e o que ela representa na via do yoga, conhecer o que estes textos clássicos mencionam a respeito da postura ou do exercício físico
numa sâdhanâ45. yoga pilates
  Em seguida, debruçamo-nos sobre os vários elementos inerentes à postura, como por exemplo o papel da respiração, a arquitectura de uma postura ou a noção de progressão na prática da âsana.  Como conclusão  desta  abordagem  à  técnica  da  postura,  apresentamos  um grupo de dez posturas que serão analisadas segundo os níveis de execução, respira-ção, ! siologia e efeitos. yoga emagrece

  Lembramos que este capítulo e o seguinte tratam de um aspecto técnico, sen-do por isso uma das nossas preocupações oferecer ao leitor uma descrição concisa e compreensível.  Um último  ponto  a  mencionar  nesta  nota  introdutória  é  o  agradecimento  ao professor Georges Stobbaerts pela orientação de seminários e aulas de yoga, que seguramente contribuíram para a elaboração deste capítulo. yoga para iniciantes

Técnica
garcinia cambogia emagrece
garcinia
garcinia cambogia onde comprar
onde comprar garcinia cambogia 1. Deitados de costas, pernas juntas e estendidas, braços ao  longo do corpo. Colocar bem os om-
bros no chão, relaxar a nuca e a garganta.2. Começar por levantar as pernas. Em seguida, tomar apoio nas mãos e levantar a bacia. Colocar as mãos na região lombar, cotovelos apoiados no chão e bastante próximos um do outro.
3. Endireitar a bacia, estender as pernas bem para cima, mantendo os pés juntos.
Figura 3. Sarvangasana.
  Fase dinâmica
  Baixar a perna esquerda estendida para o lado da cabeça, até que o pé toque no chão, mantendo a perna direita bem vertical. Em seguida, levantar a perna esquer-da e baixar a direita do mesmo modo. Repetir três vezes.
  Fase estática
  Manter as duas pernas bem verticais, ajustar a postura. Manter uma respiração regular. Tempo mínimo de fase estática: 3 min.

4. Começar a desmanchar a postura, aproveitando uma expiração.
  Infusão
  Na posição deitados de costas, observação  interior  (a observação  interior  inclui uma tomada de consciência da parte física, respiratória e mental do corpo).
  Fisiologia
  Com efeito, a gravidade vai agir no sentido inverso àquele em que habitualmente age na postura de pé. O retorno venoso será consideravelmente favorecido ao nível dos membros inferiores, dos órgãos da pequena bacia e das vísceras abdominais, enquanto

Nenhum comentário:

Postar um comentário